domingo, 24 de maio de 2009

hoje tem céu azul,
hoje tem biblioteca,
Amanhã prova! Que merda!
Cheguei ontem do sul
Mar nem vi,
Por que não tinha azul
Mas de lá tive que sair
Por que havia de chegar aqui
Aeroporto, trabalho, carro, casa!

sábado, 23 de maio de 2009






penso sobre as cores,
reflito sobre o denso,
transpareço em absorto,
nadei por mares bravios de minha terra natal
então ao largo passo,
sabendo que isso nada quer dizer
não quis comer nem nada, neste dia
e não dava mais resposta, quando a gente queria pura conversa
por isso segue seco
segue a palo
segue calado
E desde então, sou porque tu és.
quadro maternidade eliseu, Renoir

sexta-feira, 22 de maio de 2009

estranho assistir a seriado;
estranho comer pao com linguiça;
estranho final de semana na cama;
estranho champanhe;
so estrnaho

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Economia

a estabilidade e instabilizante

sábado, 16 de maio de 2009

Silvio Minchia

Voglio sapere gli hobbies del potere.

In Italia, in questi giorni il nostro vocabolario è stato profondamente modificato.
Il decreto sicurezza e il suo contenuto e i respingimenti verso la Libia inaugurano un nuovo linguaggio, consolidando l'industria del terrore.
Non si capisce perchè un decreto sulla sicurezza debba contenere solo provvedimenti in materia d'immigrazione, e perchè i migranti di cui si parla, debbano essere definitivamente chiamati "clandestini", perchè la "clandestinità" divenga un reato, la cui prima conseguenza è il respingimento.
Malgrado la voce dell'ONU, della UE e delle organizzazioni no-profit, da oggi in una legge migrante=clandestino=criminale=respinto.
Un'eguaglianza questa pericolosa che comprende sequenze di definizioni , date dal potere.
Il potere definisce la scena, il frame in cui ci troviamo, in cui vada applicata la legge che da lui è stata elaborata secondo categorie che in natura non esistono.
In natura, il migrante non è un clandestino, non è un criminale.
Il potere è un'entità astratta o ha un volto ?
In Italia, come in altri paesi, il potere ha più volti.
Un pensiero , però, va a colui che ha dichiarato giorni fa che l'Italia non deve essere un paese multietnico, perchè questa è un'idea di sinistra.
Quest'uomo, detto anche in questi giorni Papi-Silvio, è colui che in teoria dovrebbe rappresentarci , invece di fare costantemente battute su minorenni e veline.
Quest'uomo ha operato sulla distinzione tra pubblico e privato, detiene molte fonti di potere e esercita una funzione pubblica.
Ci rappresenta.....?!?
Quest'uomo ha partecipato a definire il frame dell'immigrazione in Italia.
Quest'uomo decide sui respingimenti in Libia.
Quest'uomo ha degli hobbies e un volto.
Quest'uomo colloca le veline nelle liste del PDL.
Quest'uomo non vuole rispondere alle 10 domande poste dal giornale Repubblica.
Eppure io, come altri italiani, voglio sapere gli Hobbies del potere che decide le regole entro cui mi muovo.
In Italia vogliamo un Parlamento che sia pieno o di vecchi o di showgirls?
Vogliamo che chi ci rappresenti sia la voce del pensiero conformista e non sia capace di elaborare un'agenda politica seria e critica?
Ecco un video con un'intervista sul caso Naomi Letizia tratta dal website di Repubblica.
Per il pubblico di figlidinessuno, ecco PAPI SILVIO!!!!
Escrito por Maria Geovanna Mulè.

a auto-imagem de arquetipos fragmentados.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Lingua

"(...)Vamos atentar para a sintaxe paulista
E o falso inglês relax dos surfistas
Sejamos imperialistas
Cadê? Sejamos imperialistas
Vamos na velô da dicção choo de Carmem Miranda
E que o Chico Buarque de Hollanda nos resgate
E Xeque-mate, explique-nos Luanda
Ouçamos com atenção os deles e os delas da TV Globo
Sejamos o lobo do lobo do homem
Sejamos o lobo do lobo do homem
Adoro nomesNomes em Ã
De coisa como rã e ímã...Nomes de nomes como Scarlet Moon Chevalier
Glauco Mattoso e Arrigo Barnabé, Maria da FéArrigo Barnabé
ESTRIBILHO(A)Incrível
É melhor fazer uma canção
Está provado que só é possível filosofar em alemão
Se você tem uma idéia incrível
É melhor fazer uma canção
Está provado que só é possível
Filosofar em alemãoBlitz quer dizer corisco
Hollywood quer dizer Azevedo
E o recôncavo, e o recôncavo, e o recôncavo
Meu medo!
3--V (A)
EA língua é minha Pátria
ZE eu não tenho Pátria: tenho mátria
EEu quero frátriaS--(C/A G/A D/A D A)
Poesia concreta e prosa caótica
Ótica futura
Samba
-rap, chic-left com banana
Será que ele está no Pão de Açúcar
Tá craude brô, você e tu lhe amo
Qué que'u faço, nego?
Bote ligeiro
Nós canto falamos como quem inveja negros
Que sofrem horrores no Gueto do Harlem
Livros, discos, vídeos à mancheia
E deixa que digam, que pensem,que falem"
Caetano

Morte e Vida severina/ Retirante

O meu nome é Severino,
como não tenho outro de pia.
Como há muitos Severinos,
que é santo de romaria,
deram então de me chamar
Severino de Maria
como há muitos Severinos
com mães chamadas Maria,
fiquei sendo o da Maria
do finado Zacarias.
Mais isso ainda diz pouco:
há muitos na freguesia,
por causa de um coronel
que se chamou Zacarias
e que foi o mais antigo
senhor desta sesmaria.
Como então dizer quem falo
ora a Vossas Senhorias?
Vejamos: é o Severino
da Maria do Zacarias,
lá da serra da Costela,
limites da Paraíba.
Mas isso ainda diz pouco:
se ao menos mais cinco havia
com nome de Severino
filhos de tantas Marias
mulheres de outros tantos,
já finados, Zacarias,
vivendo na mesma serra
magra e ossuda em que eu vivia.
Somos muitos Severinos
iguais em tudo na vida:
na mesma cabeça grande
que a custo é que se equilibra,
no mesmo ventre crescido
sobre as mesmas pernas finas
e iguais também porque o sangue,
que usamos tem pouca tinta.
E se somos Severinos
iguais em tudo na vida,
morremos de morte igual,
mesma morte severina:
que é a morte de que se morre
de velhice antes dos trinta,
de emboscada antes dos vinte
de fome um pouco por dia
(de fraqueza e de doença
é que a morte severina
ataca em qualquer idade,
e até gente não nascida).
Somos muitos Severinos
iguais em tudo e na sina:
a de abrandar estas pedras
suando-se muito em cima,
a de tentar despertar
terra sempre mais extinta,
a de querer arrancar
alguns roçado da cinza.
Mas, para que me conheçam
melhor Vossas Senhorias
e melhor possam seguir
a história de minha vida,
passo a ser o Severino
que em vossa presença emigra
Joao Cabral de Melo Neto/ Candido Portinari Obra Retirante

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Fake plastic trees

A green plastic watering can
For a fake chinese rubber plant
In the fake plastic earth
That she bought from a rubber man
In a town full of rubber plans
To get rid of itself
It wears her out, it wears her out
It wears her out, it wears her out
She lives with a broken man
A cracked polystyrene man
Who just crumbles and burns
He used to do surgery
On girls in the eighties
But gravity always wins
And it wears him out, it wears him out
It wears him out, it wears him out
She looks like the real thing
She tastes like the real thing
My fake plastic loveBut
I can't help the feeling
I could blow through the ceiling
If I just turn and run
And it wears me out, it wears me out
It wears me out, it wears me out
And if I could be who you wanted
If I could be who you wanted
All the time, all the time
Radiohead!

quarta-feira, 13 de maio de 2009

tatuagem

Quero ficar no teu corpo
Feito tatuagem
Que é prá te dar coragem
Prá seguir viagem
Quando a noite vem...

E também prá me perpetuar
Em tua escrava
Que você pega, esfrega
Nega, mas não lava...

Quero brincar no teu corpo
Feito bailarina
Que logo se alucina
Salta e te ilumina
Quando a noite vem...

E nos músculos exaustos
Do teu braço
Repousar frouxa, murcha
Farta, morta de cansaço...

Quero pesar feito cruz
Nas tuas costas
Que te retalha em postas
Mas no fundo gostas
Quando a noite vem...

Quero ser a cicatriz
Risonha e corrosiva
Marcada a frio
Ferro e fogo
Em carne viva...

Corações de mãe, arpões
Sereias e serpentes
Que te rabiscam
O corpo todo
Mas não sentes...
Chico Buarque

terça-feira, 12 de maio de 2009

Viva La Vida

Frida Kahlo.
Ich bin!
Du Bist!
Sie ist!
Viva la Vida!

domingo, 10 de maio de 2009

Mae!

Minha corMinha florMinha caraQuarta estrelaLetras, trêsUma estradaNão sei se o mundo é bomMas ele está melhorDesde que você chegoue perguntou:Tem lugar pra mim?EspatódeaGineceuCor de pólenSol do diaNuvem brancaSem sardasNão sei se o mundo é bomMas ele está melhorPorquê você chegouE explicouO mundo pra mimNão sei se esse mundo está sãoMas pro mundo que eu vim já não eraMeu mundo não teria razãoSe não fosse a ZoeEspatódeaGineceuCor de pólenSol do diaNuvem brancaSem sardasNão sei se o mundo é bomMas ele está melhorPorquê você chegouE explicouO mundo pra mimNão sei se esse mundo está sãoMas pro mundo que eu vim já não eraMeu mundo não teria razãoSe não fosse a Zoe
Nando Reis

quinta-feira, 7 de maio de 2009

No more

I can wait another day until I call you
You've only got my heart on a string and everything a-flutter
But another lonely night might take forever
We've only got each other to blame
It's all the same to me love
'Cause I know what I feel to be right

No more lonely nights
No more lonely nights
You're my guiding light
Day or night I'm always there

May I never miss the thrill of being near you
And if it takes a couple of years
To turn your tears to laughter
I will do what I feel to be right

No more lonely nights
Never be another
No more lonely nights
You're my guiding light
Day or night I'm always there
And I won't go away until you tell me so
No I'll never go away

Yes, I know what I feel to be right
No more lonely nights
Never be another
No more lonely nights
You're my guiding light
Day or night I'm always there

And I won't go away until you tell me so
No I'll never go away

And I won't go away until you tell me so
No I'll never go away

no more lonely nights... no more...

terça-feira, 5 de maio de 2009

sexta-feira, 1 de maio de 2009